Tribunal Regional do Trabalho concede mais 30 dias para tentativa de acordo da CCT 2018

Convenção Coletiva permanece em vigor em sua integralidade conforme acordo entre Sindpd e Seprosp na primeira rodada de negociação

Durante audiência de conciliação realizada na tarde desta terça-feira (17), em São Paulo, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Sindpd e Seprosp concordaram – com solicitação deferida pelo desembargador Carlos Roberto Husek – em estabelecer uma nova possibilidade de acordo da CCT 2018 num prazo de 30 dias.

Durante a primeira rodada de negociação da Convenção Coletiva 2018, que aconteceu em 10 de janeiro, Sindpd e Seprosp decidiram, em comum acordo, que a data-base da categoria será mantida em 1º de janeiro e as cláusulas da CCT 2017 continuam válidas e devem ser respeitadas até que a nova Convenção Coletiva seja assinada, conforme a Ata divulgada no site. Esta decisão permanece em sua total validade.

O Sindpd continua pronto para agir em casos de descumprimento da CCT da categoria e reitera aos trabalhadores de TI de todo o estado de São Paulo que o Sindicato está à disposição para receber todo e qualquer tipo de denúncia sobre a retirada dos direitos da categoria, como a recusa por parte das empresas em fazer as homologação das rescisões no Sindpd; as tentativas de acordos individuais; e a pressão ou demissão para a substituição de trabalhadores celetistas para sistemas precários e fraudulentos de trabalho – como o intermitente, autônomo e PJ.

Assim como sua diretoria, o departamento jurídico do Sindicato permanece tomando as providências legais cabíveis para a punição de práticas criminosas contra a organização sindical. Além disso, o Sindpd continua de portas abertas para todas as empresas da base que estejam dispostas a iniciar processos de negociação coletiva.

Leia a íntegra da ata da audiência desta terça-feira no TRT 2ª Região.

Acompanhe no site a cobertura completa da negociação da CCT 2018.

9ª rodada: Insistência patronal na retirada de direitos encerra negociação coletiva da CCT 2018

8ª rodada: Sem acordo, Sindpd e sindicato patronal marcarão nova rodada de negociação da CCT 2018

7ª rodada: Impasse nas negociações da CCT 2018 permanece, e nova rodada será agendada

6ª rodada: Negociação da CCT 2018 volta à estaca zero

5ª rodada: Sem acordo, negociação da CCT 2018 segue para a sexta rodada

4ª rodada: Insistência patronal em descontruir direitos de TI dificulta o acordo da CCT 2018

3ª rodada: Negociações avançam, mas acordo da CCT 2018 permanece distante

2ª rodada: Patronato propõe corte de direitos já consolidados em 2ª rodada da Campanha Salarial 2018

1ª rodada: CCT de 2017 é válida até que se firme nova Convenção, decidem Sindpd e Seprosp

Fonte: Sindpd